Projeto Viagens do Ben

Algumas coisas na vida fazem o nosso coração vibrar com mais força, fazem os nossos olhos brilharem de emoção com a mesma facilidade que piscam, enchem o corpo daquela sensação gostosa de “borboletinhas no estômago”. Nem sempre elas estão à nossa mão, por isso é preciso correr atrás para transformá-las em realidade. A essas coisas damos o nome de sonhos.

Os sonhos não podem ser vistos como algo distante, intocável e impossível de acontecer. É preciso confiar que aquele desejo genuíno lançado ao universo já está no caminho para ser seu. E, ainda que fique algum tempo adormecido ou engavetado, temos total poder para realizá-lo.

Essa jornada que estamos prestes a começar sempre foi um sonho meu, e a materialização desse desejo não surgiu de uma hora para outra. Foi preciso juntar as economias por algum tempo, fazer um bom planejamento de roteiro, de finanças e de prazos; mas o fator crucial foi a minha crença de que seria possível. Eu queria tanto, mas tanto, que escolhi sentir como se já estivesse acontecendo. E a partir do momento em que passei a acreditar de verdade, as coisas começaram a fluir melhor, o planejamento começou a se ajustar, as sincronicidades começaram a se desenrolar.

Tenho certeza de que esse desejo de conhecer o mundo está no DNA e que o Benício também carrega os genes do viajante inveterado. Quando engravidei, em 2009, pedi aos meus amigos em todas as partes deste planeta que enviassem fotos com o nome do Ben escrito na neve, na areia, numa folha de papel, ou em qualquer canto, para que um dia eu pudesse levar o meu filho para conhecer esses lugares incríveis nas nossas viagens.

Aquela era a minha forma de viajar e seguir sonhando. Me sentia realizada tendo a lembrança de pessoas por lugares fascinantes e suas histórias. Quando batemos o martelo, no ano passado, e tomamos a decisão de colocar a mochila nas costas e o pé no mundo em 2017, recebemos mais uma enxurrada de fotos de pessoas queridas nos convidando para encaixar aqueles destinos fantásticos no nosso roteiro de viagem. São fotos de pessoas em mais de 20 países, e alguns desses destinos já estão em nosso planejamento.

Mais do que mostrar os lugares por onde passaremos, o projeto Viagens do Ben é uma forma de compartilhar o meu ponto de vista como mãe viajando sozinha com o filho e a percepção dele como criança nessa escola da vida. Queremos escrever a nossa própria história em cada um desses lugares, onde deixaremos um pouco de nós e levaremos um tanto de aprendizado. Queremos mostrar também que as infinitas possibilidades estão aí para todos, e com planejamento – e acima de tudo muita vontade – as coisas começam a dar certo.

E quanto aos lugares que ficarão de fora da nossa rota em 2017, não tem problema, entrarão em um novo planejamento. Afinal, ainda temos a vida inteira pela frente!

Autor: Rafaela Pinheiro

Descobriu que é hora de levantar vôo, e agora carrega seu maior Ben nos braços, dando asas à felicidade rumo a viagens inesquecíveis mundo afora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *