Equipamentos eletrônicos: o que levar?

Em tempos de massificação das redes sociais, onde cada passo dado vira uma postagem, é impossível viajar sem nenhum aparato tecnológico para registrar os momentos mais incríveis dos lugares por onde passamos. Apesar de concordar que essa exposição faz parte, principalmente para quem se propõe a dar dicas de viagens em um blog, o uso de equipamentos eletrônicos vai muito além da pompa – é real necessidade.

Na tentativa de levar o mínimo de coisas supérfluas possível, na hora de escolher os equipamentos é preciso ser racional e ver o que é realmente importante e indispensável. Nesse breve momento de reflexão e faxina, resolvi deixar o laptop em casa e coloquei no celular os aplicativos que eu mais uso no computador, como Word, Excel, Dropbox, aplicativos de bancos, dentre outros. Me livrei de um peso extra, agora resta saber se o laptop vai me fazer falta (em último caso, quando alguém da família for nos encontrar durante a viagem, peço para levar meu equipamento).

Optamos por levar dois celulares, um para mim e outro para o Benício, e uma câmera GoPro. O meu celular – um Galaxy S7 da Samsung – é praticamente um datacenter! É nele que estão todos os meus aplicativos, as contas de e-mails, os arquivos de roteiro e planejamento da viagem, além de várias fotos.

A viagem ainda está na fase inicial, e até agora os telefones têm sido mais que suficientes para registrar imagens e vídeos. A GoPro utilizamos tão pouco que estou pensando seriamente em enviá-la de volta para o Brasil quando alguém da família vier nos visitar. Em viagens tão longas como a nossa, o ditado que diz “menos é mais” nunca fez tanto sentido.

Autor: Rafaela Pinheiro

Descobriu que é hora de levantar vôo, e agora carrega seu maior Ben nos braços, dando asas à felicidade rumo a viagens inesquecíveis mundo afora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *