Passaporte de menor com autorização

O Benício me acompanha nas viagens – nacionais e internacionais – desde que era bebê. Nas nossas andanças pelo mundo sempre levávamos o passaporte normal, sem a autorização já impressa nele. Para cada viagem era preciso solicitar a permissão do pai do Ben reconhecida em cartório, e todo esse processo às vezes era bem inconveniente, mas não havia outro jeito.

Quando decidi fazer essa viagem, pesquisei na internet se não existiam formas de ter a autorização no próprio passaporte, e descobri que desde 2014 os passaportes das crianças já podem ser emitidos com a autorização dos genitores especificada no próprio documento. Apesar de não ser uma mudança tão nova assim, muita gente ainda desconhece essa possibilidade. Por duas vezes, inclusive, ao apresentar a nossa documentação nos aeroportos, os próprios funcionários ficaram surpresos com a viabilidade de viajar sem precisar de um documento de autorização avulso.

Nessa pesquisa, vi que existem duas modalidades de autorização no próprio passaporte:

    • Autorização de viagem internacional com um dos genitores com autorização na página de identificação do passaporte. Essa modalidade autoriza que o menor viaje com apenas um dos genitores. Nesse caso, não há necessidade de apresentar a autorização no controle migratório na saída do país, caso a criança esteja com um dos pais.
  • Autorização de viagem internacional com um dos genitores ou desacompanhado com autorização na página de identificação do passaporte. Essa modalidade, assim como a anterior, permite que o menor viaje na companhia de apenas um dos pais, mas também autoriza a criança a viajar desacompanhada. Essa opção eu nem cheguei a cogitar porque, mesmo sendo uma pessoa super positiva, pensei na possibilidade de sequestro. Imagina o meu filho já ter a autorização para viajar com um estranho? Não, obrigada.

Além desses dois tipos de autorização, que já vêm impressos no passaporte, também é possível fazer o procedimento antigo e viajar com a autorização avulsa, caso a criança tenha um documento vigente emitido antes da liberação desse procedimento.

O processo é relativamente simples. Antes de emitir o passaporte, o responsável deve preencher o formulário disponibilizado no próprio site da Polícia Federal – Documentação para Menores de 18 Anos – e dar sequência ao processo normal de emissão do documento. É importante lembrar que o modelo deve ser autorizado pelos dois genitores (em casos de ausência ou de óbito de um dos pais, existem outros documentos que devem ser apresentados).

Talvez para algumas pessoas o mais complicado seja convencer um dos genitores a acompanhar a criança até a Polícia Federal para passar pelo procedimento de autorização. Para as mães que viajam sozinhas com crianças, esse procedimento é uma mão na roda e poupa bastante tempo e estresse desnecessário – afirmo isso por experiência própria!

Autor: Mãe do Ben

Descobriu que é hora de levantar vôo, e agora carrega seu maior Ben nos braços, dando asas à felicidade rumo a viagens inesquecíveis mundo afora.

5 pensamentos em “Passaporte de menor com autorização”

  1. Oie, deixa eu tirar uma duvida com você.
    Pretendo tirar o passaporte da minha filha agora com 2 anos, nesse modelo de autorização que você fez a impressa no passaporte. ( poderes para ambos genitores)
    Com essa autorização você nunca teve problemas para sair do pais? Você já foi pra America do Sul com esse modelo novo?
    Pergunto, porque li em um blog que mesmo com essa autorização é necessário as autorizações assinadas e registradas em cartório, o que não teria sentido, colocar uma direto no passaporte.

    1. Olá Sabrina, tudo bom? Eu passei por países da América Central e Europa com esse passaporte, sem problemas algum. Para falar a verdade, o único lugar em que eles verificam, até por estar escrita em português a frase de autorização no passaporte, foi na saída do Brasil, em São Paulo. O agente a imigração e o atendente da companhia aérea me pediram o documento em papel, mas eu disse que já estava impresso no passaporte. Passei sem problemas, apesar de que ao atendimento no check-in, a pessoa disse que nunca tinha visto isso e até ficou me pedindo informação de como fazer. Mas a minha é de autorização apenas de pai e mãe poderem viajar sozinhos. Não sei como seria se fosse a autorização total, para viajar com qualquer acompanhante.
      Espero ter ajudado!
      Ah, lembrando que o prazo de validade da autorização é o mesmo da validade do passaporte. Forte abraço E ótimas viagens a vocês obrigada pelo seu comentário!!!

  2. Achei muito esclarecedor, estava muito confusa com as informações desencontradas que eu encontrei. Irei viajar com minha sobrinha de 15 anos para a Argentina. O passaporte dela já tem essa autorização, mas acho que por não ser a mãe dela, os pais precisam assinar a autorização, estou me informando ainda sobre isso. Mas vc já esclareceu bastante, muito obrigada. Uma outra dúvida minha é em relação à permancer e pegar voos domésticos na Argentina. Precisarei de outro tipo de autorização? Desde já agradeço

    1. Olá Fatima, obrigada pelo seu comentário! Fico feliz que de alguma forma possa ter te auxiliado. Sobre autorizações, não é necessário fora do país, apenas para deixar o Brasil, no aeroporto. Desejo uma ótima viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *